Páginas

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Sem remetente para um destino incerto...

     Eu sei que todos os dias quando eu acordo Deus dá um sorriso e me diz: 
"Estou te dando a chance de tentar de novo". 
. Caio Fernando Abreu .


     Palavras que deveriam ter sido ditas, sentimentos explicados, prioridades relativizadas...

         Até poucos dias acreditava que tudo isso tinha ficado no ontem, mas só tinha mesmo varrido a "poeira pra baixo do tapete" e o que aconteceu??? Uma pessoinha indefesa conseguiu trazer à tona todos os desejos, toda a saudade, todo o carinho e colocou lá embaixo daquele tapete "as chateações"!

         Hoje, queria apenas fazer um amontoado de todas essas coisas que foram remexidas, bem como as que foram reescondidas, amarrá-las e mandar pelo correio para um destino qualquer, um endereço inventado, mas sem um remetente, para não correr o risco de receber tudo de volta!


       Talvez a pessoa que recebesse saberia lidar melhor com aquelas coisas, talvez diferente de mim, tivesse outras perspectivas pelo que foi proposto, tivesse outras prioridades, enfim, talvez recebesse aquilo tudo e fosse o tempo dela viver o que lhe foi entregue nas mãos...

        Não posso me eximir de dizer que em partes lindo demais, mas é preciso fazer escolhas, tomar decisões e quem nos garante que não estaremos desperdiçando oportunidades únicas, que jamais iremos nos arrepender, que podemos estar mandando a felicidade embora?

        Enfim, o "poetinha" já dizia: "que seja eterno enquanto dure" e assim foi, assim é!


Nenhum comentário: