Páginas

segunda-feira, 7 de junho de 2010



"Só queria que entendesse o que eu sempre te disse, que não importava o tempo que passasse, as pessoas que surgissem, com quem tu estarias (ou eu estaria), o sentimento sempre seria o mesmo...

O teu lugar é aquele e não tem como tirar, porque tu é a peça (a única peça) que se encaixa somente ali..."



2 comentários:

Margarida disse...

Tche, nao sei de onde tu tirou essa imagem, mas acho que ela concretiza a situação.

“Tem um espacinho que é só teu, que só cabe a ti preencher”.

Sinta-se abraçada, Violeta! Saiba que, mesmo de longinho, vou estar por pensamento te ajudando a colocar as pétalas de volta ao seu devido lugar.

Andréa Beheregaray disse...

É por que tem gente que nunca se vai...

Presentes na ausência.

Bjs.