Páginas

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

3ª Parte - Dois Corações

Na espera de sua chegada
Estava eu na janela
A cada carro o batimento do coração aumentava...


Estaria você a caminho
Não tinha a total certeza
De que ao meio tempo
Em que me dirigia ao local indicado
Você já teria entrado...


Todos os meus sentidos estavam em alerta...
Pela audição consegui identificar...
Em um piscar de olhos encontrei seu carro...


Você desceu meio sem jeito
Acredito que ainda sonolento
Um jeito de andar inconfundível
Uma postura exemplar
Um porte incomum
Uma beleza incomparável


Não sei o que sentiu,
Mas pressentiu o olhar que lhe acompanhava

Lá estava eu,
Vidrada em cada passo seu
Sem conseguir desfarçar
Sem ter como me esconder
Por entre a vidraça
Nossos olhares se cruzaram


Mesmo ao longe
Sei que notou
Abaixou a cabeça
Desviou o olhar
Ruborizou
Sorriu



Ruborizei
Meu coração acelerou
Faltou-me a voz
Faltou-me o ar
Faltou-me o chão
Só não faltou-me você!

Um comentário:

Violeta disse...

Pessoal, os comentários que foram colocados no antigo blog, copiei para este:

********************************
Anônimo disse...
Presenti o olhar e sabia que você estava por ali, em algum lugar escondida.
Agora identifico quem é esse ELE, identifico de quem se trata essas histórias.
Violeta, beijos no coração para você e obrigado por tudo!

1 de dezembro de 2009 09:49

***********************************

S. disse...
Pena que eu(Violeta) não consigo te identificar ANÔNIMO!
Obrigada pelos beijos no coração.
A você, um muito obrigada por acompanhar meu sinjelo projeto de BLOG.

1 de dezembro de 2009 10:38

**********************************

Mary disse...
Oi Guria...hehehe

Seu blog esta cada vez melhor, adoro essas histórias seus poemas são maravilhosos, não sei onde busca essa inspiração, ma o importante é, que esta bem escrito e carregado de emoções de quem os lhe e de quem os faz, sabes colocar isso em suas palavras!!!!

Bjão!

6 de dezembro de 2009 10:47

***********************************

Margarida disse...
O coração da Violeta é que nem coração de mãe.. sempre tem espacinho pra mais um. Qualquer um.

7 de dezembro de 2009 12:06

**********************************

S. disse...
Mary, obrigada pelo carinho! Tu sabes que a intenção real deste blog era algo jurídico, mas meu coração acaba falando mais e mais alto... deixei transbordar os sentimentos... Beijus e continue por aqui me dando dicas...

Margarida... meu coração é mesmo enorme, mas não para qualquer um, tu sabes disso né... meu coraçãozinho está enlouquecido!!!

9 de dezembro de 2009 17:47

***********************************

Margarida disse...
Deeeeixa, Violeta! Que assim que eu retornar à Terra do Aerogeradores tudo será resolvido ;)

OPS! Quase resolvido! Pelo menos, AMENIZADO!

10 de dezembro de 2009 11:00