Páginas

quarta-feira, 18 de agosto de 2010







"Quando ele sorri desarmado,
 limitado e impotente, 
para todas as minhas dúvidas, 
inconstâncias e chatices, 
eu sei que é daquele sorriso 
que minha alma precisava."  

Tati Bernardi

2 comentários:

Winny Trindade disse...

É, é bem isso aí.

Abraço meu.

Nara M. disse...

Nossa... tradução de tudo aquilo que eu queria dizer...Rsrsrs

Estou te seguindoooooo..

Bjocas!