Páginas

sábado, 21 de agosto de 2010

"Quando eu me pergunto quem sou eu, sou o que pergunta ou o que não sabe a resposta?" Geraldo Eustáquio

A Déa (querida Andrea, que carinhosamente acho que posso chamá-la de Déa ...) desvendou...
Passei a seguir a comunidade dela no orkut e foi ai que me liguei deste meu pequeno grande problema!

A Winny espera que me revele...
A Michele, deixei que me descobrisse...?

Minha timidez, pelos meus sentimentos externados aqui, meus devaneios traduzidos em palavras, me deixam apreensiva.
Conforme já escrevi em uma das primeiras postagens, a dica de um professor de Direito Penal, que percebendo minha dificuldade de expressar minhas ideias, me sugeriu a criação deste pequeno espaço, para que usasse como um diário, escrevendo livremente, mas buscando sempre uma organização...

(risos, risos, risos, risos, ...)

Nunca imaginei, que esse meu diário fosse lido, fosse seguido, acompanhado... 

Talvez o maior propósito do blog tenha sido parcialmente alcançado, mas prendi-me a uma identidade secreta por vergonha do que escrevo, pois simplesmente, não sei se é certo ou errado, se todas as palavras estão corretamente escritas, pontuação e essas coisas. Além do que, meus devaneios são mesmo SÓ DEVANEIOS e nem quero pensar muito em que vocês seguidores queridos, pensam ao ler minhas postagens.

Medo, impasse, vergonha, ...: preciso seguir dois blog's que um outro querido professor criou para que fosse nossa forma de comunicação fora da sala de aula, postássemos novidades, atualizações, jurisprudência, disponibilizando textos da disciplina e de um grupo de estudos. Mas ai vem o GRANDE problema, ele quer todos os alunos sigam (óbvio) o blog,  mas se eu passar a seguir, minha identidade também será desvendada por ele... (mais risos, risos, risos e agora mais tímidos ainda)! Hahahaha... o que eu vou fazer, o que eu vou fazer agora????

Procuro manter-me anônima, embora me conheçam mais do que muitos que já viram meu rosto! Vocês queridos seguidores (devaneadores), pelo menos a grande maioria, não me olharam nos olhos, mas sinto que sentem talvez, um pouquinho do que quero transmitir com o que posto aqui.

Quem eu sou???

"Sei lá! Sei lá! Eu sei lá bem 







Bom, não irei colocar uma foto minha, continuarei sem divulgar meu blog, mas agradeço a vocês pela paciência em ler meus devaneios e suspiros, choros e dramas...
Quem sabe um dia tome coragem...




Quem sou? um fogo-fátuo, uma miragem...


Sou um reflexo...um canto de paisagem 
Ou apenas cenário! Um vaivém 

Como a sorte: hoje aqui, depois além!
Sei lá quem sou?Sei lá! Sou a roupagem 
De um doido que partiu numa romagem 
E nunca mais voltou! Eu sei lá quem!...
Sou um verme que um dia quis ser astro... 
Uma estátua truncada de alabastro... 
Uma chaga sangrenta do Senhor...
Sei lá quem sou?! Sei lá! Cumprindo os fados, 
Num mundo de maldades e pecados, 
Sou mais um mau, sou mais um pecador..."
Florbela Espanca

3 comentários:

Winny Trindade disse...

É uma honra ser uma devaneadora.

Pelo que escreve aqui não é preciso conhecer a sua face, pois nós, os seguidores, conhecemos a sua alma através dos seus textos.

Abraço meu, querida Violeta.

Luciane disse...

Lindoo seu blog inteirooo..Lindos poemas também..Parabens..Estou precisando de seguidores gostar do meu blog e quiser me seguir okk..Bjus

Margarida disse...

Um dia me disseram para deixar mostrar o brilho que tenho dentro de mim, não obstante os motivos que o tenham apagado.

Acho que deves mostrar teu brilho e perfume, Violeta.

Afinal, o que tens a perder??

AMO VOCÊ!